Toni Baptiste: a ocupação do meio urbano como intervenção artística

Por Stefany Hypolito [1]

Carla Tôzo [2]

 

Na 9ª Semana de Comunicação, contamos com diversas palestras e apresentações de tirar o fôlego. Algumas trazendo muitas técnicas jornalísticas e outras envolvendo grandes histórias pessoais. Esse último foi o caso de Toni Baptiste, que conversou com os alunos no penúltimo dia do evento.

A proposta apresentada por Toni foi de como a tecnologia pode ser um meio eficaz para aproximar a arte da periferia. Ele citou o canal KondZilla, que faz sucesso produzindo videoclipes de funk, e também disse que já trabalhou com o músico Edu Ribeiro.

Sua origem humilde na zona leste da capital foi apresentada aos alunos ao longo da conversa. Toni contou sobre a dificuldade de estudar aquilo que pretendia desde o começo e que aos 23 anos trabalhava em uma loja na qual não se sentia realizado.  Quando comentou sobre sua vida pessoal, Baptiste disse: “das duas uma: ou Deus tinha um propósito para mim ou ou o diabo não me aguentaria lá em baixo e não me quis por perto.” O paulistano resolveu fazer licenciatura em artes visuais e se tornou professor.

Para ele, a cultura digital é, atualmente, o caminho para conectar a população periférica as questões artísticas e culturais pois o ser humano, independentemente de sua classe social ou território que vive, tem direito ao consumo de arte e cultura, situação a qual pouco acontece na cidade nos dias de hoje. Toni também se incomodou com a complexidade da situação.

Assim, abriu um coletivo, em parceria com Flávio Camargo, que se chama Coletivo Coletores com a proposta de trabalhar a cidade como meio de suporte para as suas ações a partir de conceitos como arte e jogo, arquitetura do precário, design social, arte interativa entre outras manifestações urbanas. Com mestrado pela USP, Toni também produz vídeos institucionais e relacionados a intervenções artísticas.

Para conferir um pouco mais sobre o trabalho de Toni Baptiste e seu coletivo, acesse em https://www.facebook.com/coletorescoletivo/.

[1] Aluna do oitavo semestre do curso de Jornalismo. Estagiária da Agência Integrada de Comunicação (AICom).

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s