Gold- Mina de Ouro Serra Pelada, de Sebastião Salgado, é destaque em Sesc Avenida Paulista

Para esse trabalho na Serra Pelada, em 1986, o fotógrafo ficou um mês na Amazônia Paraense

Jéssica Leite [1]

Edilaine Felix [2]

O fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado ganhou um andar inteiro no Sesc Avenida Paulista para sua coleção de fotos dos anos 1980, intitulada “Gold – Mina de Ouro Serra Pelada”, que retrata o maior garimpo a céu aberto do mundo, na Amazônia Paraense.

Em 1979 um vaqueiro encontrou uma pedra e a entregou ao fazendeiro Genésio da Silva que após ser avaliada por especialistas constatou-se ser ouro de aluvião – que surge em rios. A descoberta da pedra, em uma mina, deu origem ao que se tornaria um grande buraco de 200 metros de profundidade e 200 metros de diâmetro, conhecido como Serra Pelada.

Os números de homens que escavaram o local é incerto, estima-se que de 50 a 100 mil pessoas passaram pelo local, em busca do ouro e do grande sonho de ficarem ricos. O local foi divido por lotes e a separação aconteceu por ordem de chegada: os primeiros homens tiveram de 2 a 3 metros de área para exploração, esses homens contrataram peões para fazer o trabalho de escavar e subir barrancos íngremes e lamacentos com sacos de terra nas costas, para na parte superior peneirar em busca do ouro.

O autor e sua obra 

sem-tc3adtulo.png
Um andar inteiro dedicado a obra de Sebastião Salgado (Crédito: Jéssica Leite)

Sebastião Salgado nasceu em 1944, em Minas Gerais, e atualmente vive em Paris, na França. Formado em economia, deu inicio a sua carreira de fotógrafo em 1973, trabalhando em grandes agências de fotografia, até que em 1994 fundou uma Agência Fotográfica ao lado da mulher, Leila Wanick Salgado, que, inclusive, é curadora da exposição – a Amazonas Imagens, dedicada exclusivamente a suas obras.

Atualmente, Salgado realiza um projeto fotográfico sobre a Amazônia brasileira, seus habitantes e as comunidades indígenas, afim de promover uma conscientização sobre as consequências do desmatamento na área.

O fotografo passou por diversos países realizando seu trabalho, e para realizar esse trabalho na Serra Pelada, em 1986, ficou um mês na Amazônia Paraense, convivendo com homens que buscavam um sonho, mas que se deparavam com condições estressantes e humilhantes, confrontos policiais, solidão, suicídio e frustração.

A mostra “Gold – Mina de Ouro Serra Pelada “ fica no Sesc Avenida Paulista, no 5º andar, conta com mais de 50 imagens inéditas em preto e branco, é gratuita e aberta ao público, e fica no espaço até dia 03 de novembro de 2019.

Exposição: Gold – Mina de Ouro Serra Pelada – Exposição de Sebastião Salgado 
Quando:
Até o dia 3 de novembro. De terça a sábado das 10h às 21h30. Domingos e feriados, das 10h às 18h30
Onde: Sesc Avenida Paulista – Av. Paulista, 199, Bela Vista.
Quanto: Grátis Telefone: 3170-0800

[1] Aluna do sexto semestre do curso de Jornalismo. Estagiária da Agência Integrada de Comunicação (AICom).

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s