O cultivo comunitário e a esperança por um mundo consciente

Ações socioambientais acontecem em hortas comunitárias e parques da zona sul de São Paulo com o apoio do NEMA e participação dos alunos do FMU|FIAM-FAAM

 

Texto: Rosimeire Cruz [1]

Foto: Sandra Araújo [2]

Carla Tôzo [3]

 

No último sábado (5), o Núcleo de Estudos do Meio Ambiente (NEMA) do Complexo Universitário FMU|FIAM-FAAM, reuniu alunos e professores em uma roda de conversa com Sergio Shigeeda para discutir formas de preservação do meio ambiente e como ser um voluntário socioambiental.

Sergio é idealizador da horta agroecológica e comunitária, que fica no bairro da Saúde, na região sul de São Paulo há quase seis anos e ressaltou a importância do consumo consciente e do incentivo ao cultivo da alimentação natural (plantas alimentícias, adubos orgânicos etc) por gerar menos lixo.

Ele afirma também que o ato de reciclar é a última ação de preservação consciente: “quanto maior o consumo, mais lixo se produz”. Sergio explicou que por mais que pareça eficiente, se estamos reciclando mais significa que estamos consumindo mais e, isso não é bom para o planeta.

A indústria produz e a sociedade consome sem questionar qual o destino daquelas embalagens. Os rios Tietê e Pinheiros, por exemplo, mostram essa evidência do comportamento da sociedade e, consequentemente, da produção das empresas.

Ações como essa são de grande relevância para conscientizar a população, mas Sergio acredita que ainda há muito o que fazer. Em novembro a horta completa seis anos e, mesmo com passos de formiga, segue esperançoso e ativo no propósito de educar as crianças e conscientizar os adultos.

“O comprometimento com a terra é algo que tem que ser praticado todos os dias e regado todas as tardes.” Para finalizar, Sergio ressaltou a necessidade da participação de todos nesse processo de educação ambiental seguindo o caminho REDUZIR – REUTILIZAR – RECICLAR.

Os próximos encontros acontecem no dia 19 de outubro no Planetário do Ibirapuera e no dia 09 de novembro no Parque Trianon. Participe!

[1] Aluno do oitavo semestre do curso de Jornalismo. Estagiário da Agência Integrada de Comunicação (AICom).

[2] Aluna do curso de Relações Públicas.

[3] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s