Palestrantes destacam a importância e o papel da população com o meio ambiente

em

Mesa de encerramento teve como tema Cidades Sustentáveis 

Por Leonardo Sales e Nathalie Araújo [1]

Edilaine Felix [2]

A última mesa do Fórum de Sustentabilidade, na noite de 21/05, no Campus Ana Rosa, os palestrantes Gianmarco Bisaglia, Edilainne Muniz e Caio Miranda debateram sobre projetos de sustentabilidade e meio ambiente no Brasil na mesa Cidades Sustentáveis.

Um dos projetos do empresário e consultor empresarial Gianmarco Bisaglia, que atua em desenvolvimento social, meio ambiente e sustentabilidade, é o Mater Dei Cam, que tem 27 programas divididos em áreas diversas. “O foco da entidade é o desenvolvimento sustentável e ação social. Dentro da área ambiental nos temos dois projetos: um em Atibaia e outro em Sorocaba. Queremos fazer com que as comunidades assumam seus protagonismos na melhoria da qualidade de vida e na transformação de seus ambientes.”

Segundo ele, a realização de projetos no Brasil é “desafiador”, há pouca vontade política de integrar as ações, e apesar de as legislações serem interessantes, não entra na prioridade e na pauta política. “O meio ambiente é sempre o patinho feio, e por isso estamos anos luz atrás de outros países”.

Gianmarco
O empresário e consultor empresarial, Gianmarco Bisaglia (crédito: Leonardo Sales e Nathalie Araújo)

O  Instituto Limpa Brasil Let’s do It é um movimento que começou na Estônia em 2008 e foi trazido ao Brasil em 2011. A presidente da entidade no Brasil, Edilainne Muniz,  conta que esse movimento conseguiu engajar 50 mil pessoas que saíram às ruas e limparam o lixo descartado de forma incorreta. “Ano passado, a gente conseguiu fazer uma grande mobilização em todos os países que fazem parte do movimento, e foi considerada a maior mobilização mundial, com 18 milhões de pessoas nas ruas, limpando as suas cidades.”

Contudo, ela revela que ainda falta conscientização  para que o País se torne um modelo no tratamento do meio ambiente. De acordo com Edilainne, os cidadãos precisam colocar em prática a responsabilidade compartilhada entre a sociedade civil, o poder público e o privado.

edilainne
Presidente do Instituto Limpa Brasil Let’s do It, Edilainne Muniz (crédito: Leonardo Sales e Nathalie Araújo

“Tudo que envolve sustentabilidade não é imediato, é de médio e longo prazo. E na política, a pressão é sempre para resultados mais rápidos. Você não colhe frutos eleitorais de causas sustentáveis, e por isso, outras questões têm mais prioridade”, diz o vereador Caio Miranda (PSB-SP).

caio
Vereador Caio Miranda (PSB-SP) (crédito: Leonardo Sales e Nathalie Araújo)

Em seu primeiro mandato, o vereador destaca as dificuldades de aprovação de projetos na casa. “É tudo novo para mim. São vários vereadores, ideologias, partidos e a população tem expectativas diferentes e tentamos conciliar tudo isso.” No entanto, ele pretende concluir o mandato e se reeleger. “Uma vez reeleito vereador, eu penso em me candidatar a prefeito ou deputado federal”, diz.

 

[1] Alunos do sétimo  semestre do curso de Jornalismo e estagiários da Agência Integrada de Comunicação (AICom).

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s