Fanfics conquistam o mercado editorial

História Originais, livros, séries, filmes animes atraem leitores e editoras

Por Letícia Frozi [1]

Edilaine Felix [2]

Segundo uma pesquisa realizada pela Nielsen, as vendas de livros do ano passado, em comparação com 2017, teve um crescimento de mais de 3,5%. E isso pode ser uma oportunidade de ouro para os que desejam publicar seu primeiro livro.

E foi isso que a blogueira e youtuber Paola Alekssandra decidiu fazer. No ano passado ela publicou sua primeira obra ‘’Volte para Mim’’, um romance de época que retrata a história de reencontros, recomeços e principalmente sobre confiar no amor. Segundo Paola, a publicação ocorreu com apoio de sua agente literária. ‘’Foi incrível. É um mundo completamente diferente o de escrever e publicar uma história. Mas, tive o apoio de ótimos profissionais’’, confidenciou.

Assim como Paola, muitos jovens autores tem o desejo de publicar seu primeiro livro e vê-los sendo apreciados por diversos leitores. ‘’Foi quase um ano de pesquisa sobre a região de fundo de pano para a história, os comportamentos da época, a roupa e alimentação. Além da pesquisa, também desenvolvi meus personagens – seus sonhos e medos e, depois disso, me joguei no processo de escrita’’, relatou a escritora.

Outra coisa que também que pode influenciar os autores em suas histórias é a inspiração em outras obras ou temas abordados na mesma, no caso de Paola os romances de época sempre foram os que mais chamaram sua atenção. ‘’É o gênero literário que mais leio – dos 800 livros já lidos, metade é do gênero romance de época. É o que mais amo ler e o que sempre sonhei escrever.”

É por essas inspirações que muitos jovens colocam no papel  suas histórias, sejam elas inspirações em outros livros, séries ou filmes, mais nem sempre o mercado editorial pode ser flexível para todos. Por isso o início de muitas criações recebe o nome de fanfics.

O mundo das fanfics

Fanfics, abreviação da expressão inglesa fanfiction, que significa na tradução literal para o português ‘’Ficção de Fã’’. Para aqueles que não satisfazem com os finais de alguns livros, séries, filmes, tem nas fanfics uma chance criar seu próprio universo, pode ser baseado em algo já existente ou totalmente original. Cada dia mais o número dessas fanfics aumenta e elas são de diversas temáticas. Observando em alguns sites que publicam essas histórias os temas entres os cinco mais populares estão:

  • História Originais;
  • Livros;
  • Séries e Filmes;
  • Animes;

Os sites são de grande ajuda para esses novos autores. Populares entre os “fanficqueiros” brasileiros estão Social Spirit, Nyah! Fanfiction e Wattpad. Com a popularização das fanfics esses jovens tem a chance de divulgar seu trabalho e quem sabe até publicar seu primeiro livro como aconteceu com a Deborah Strougo.

Com mais de mil seguidores em sua página no spirit, Deborah Strougo postava suas histórias baseada em um anime em que é muito fã. Com total de 21 histórias postadas no site, em 2018, Deborah publicou seu primeiro livro que inicialmente era um esboço de uma fanfic. ‘’Ganhei muitos leitores através da plataforma Social Spirit, que me incentivaram a tentar escrever uma história com meus próprios personagens. Acabei pegando o esboço de uma fanfic que nunca havia postado e comecei do zero como um manuscrito original’’.

Deborah 2_Leticia Frozi
Deborah Strougo. (crédito: Leticia Frozi)

Foi assim que Deborah viu uma oportunidade para publicar seu primeiro livro, ‘’Inesperadamente Você’’. A obra é um chick-lit romântico, que tem de tema principal um amor por convívio, uma temática que a autora diz gostar muito. ‘’Sempre gostei de histórias em que os personagens são obrigados por algum motivo a conviverem, seja na mesma casa ou como vizinhos por exemplo. Adorava ler fanfics e livros que abordassem esse tema e senti a necessidade de escrever uma história de como eu imaginava que seria dois completos estranhos tendo que lidar um com o outro.’’

Deborah é um exemplo de muitos escritores que iniciaram em fanfics para seus livros tornarem até um best-seller, como é o caso de dois livros famosos, a trilogia Cinquenta Tons de Cinza, sucesso que ganhou uma versão para o cinema. A história criada pela americana E.L James inicialmente era uma realidade alternativa baseada em uma outra série famosa: a Saga Crepúsculo de Stephenie Meyer.

Outro exemplo é After da também americana Anna Todd um romance new adult que tinha como o galã da história o cantor inglês Harry Styles publicado no wattpad em 2013, com mais de 1 bilhão de leituras online, se tornou  o livro mais lido de toda plataforma. Em 2014 a história foi publicada em formato físico e logo ganhou grande popularidade, não só ente os fãs do cantor mais também entre os fãs de romances jovens adultos, o livro também ganhou versão para o cinema, em abril de 2019.

Livro 2
crédito Leticia Frozi

O mundo editorial

Mesmo com mais de 100 editoras de livros no Brasil, os novos autores ainda encontram dificuldades para publicarem suas obras. Para ajudar esses jovens escritores a editora Coerência se lançou no mercado e publica apenas obras de autores brasileiros.

Bianca Gulim, revisora da Coerência, mesma editora que publicou o livro de Deborah, explica que o trabalho na editora é integrar o autor na produção do seu livro. ‘’Além de toda essa questão comercial existe um acolhimento do autor por parte da editora, aspecto que consideramos muito importante em um mercado altamente desafiador e competitivo’’, conta Bianca.

Para Bianca o início nas fanfic é importante para buscar experiência. ‘’Na profissão do escritor, como em qualquer outra, a experiência conta muito. Quanto mais se pratica, melhor se escreve. Muitas vezes, recebemos originais com ótimas produções textuais, embora seja a primeira publicação do escritor. Nesses casos, percebemos que o escritor já tem experiência com a escrita, como resenhista ou produtor de fanfics, por exemplo.’’

Na opinião de Bianca, a popularização do e-book é de grande ajuda para os jovens escritores. ‘’A literatura se democratiza cada vez mais, o e-book tem facilitado o acesso não apenas à leitura, mas também à publicação. Hoje, é muito mais fácil e barato iniciar uma carreira de escritor. A Amazon e outras plataformas digitais trazem a possibilidade da autopublicação, formato que carrega limitações, mas é visto como uma ótima maneira de iniciar na profissão.’’

Incentivo 

Paola Alekssandra além de ser autora é blogueira e youtuber, seu site ‘Livros & Fuxicos’ tem resenhas e diversos conteúdos literários e no canal do youtube também há diversos conteúdos sobre livros. “Sinto que os canais literários, não só o meu, são uma ótima ferramenta para construir essa ideia’.’

Por sua vez, a revisora Bianca aconselha esses novos autores que desejam publicar suas histórias a se preparem. “Não inicie essa carreira despreparado. Estude o mercado editorial, saiba quais são as competências necessárias para alcançar o sucesso. Já posso adiantar que escrever bem é uma delas.’’

[1] Aluna do sétimo  semestre do curso de Jornalismo e estagiária da Agência Integrada de Comunicação (AICom).

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s