Cinco ONG’S em São Paulo para realizar trabalho voluntário

As opções vão desde conversar com quem precisa de apoio emocional até contribuir com a reintegração de refugiados

Texto: Gisele Sousa [1]

Carla Tôzo  [2]

 

Ser voluntário traz inúmeros benefícios que vão desde o amadurecimento pessoal até o crescimento profissional, passando pelo aprendizado. Ao realizá-lo desenvolvemos as habilidades de empatia e trabalho em equipe, e por esta e outras razões o serviço de voluntariado quase sempre é visto com bons olhos por parte das empresas.

Na capital paulista e na região metropolitana há inúmeras instituições sem fins lucrativos que carecem de ajuda, entretanto, muitas vezes essa informação não chega a uma quantidade grande de pessoas dispostas a ajudar por falta de investimento ou pouca divulgação.

Comunicação, Saúde e Letras são algumas das áreas que mais precisam de voluntários. Desta forma, estudantes podem ver no voluntariado a oportunidade de por em prática o que foi visto em sala de aula, além de ter uma chance de se capacitar. Ajudar ao próximo não é uma questão de ter muito dinheiro no bolso, vai além disso – é necessário dispor de tempo e vontade. Para quem deseja estender a mão a quem precisa e não sabe por onde começar, listamos 5 ONG’s espalhadas pela capital paulista:

 

1- GRAACC

Fundado em 1991 com objetivo de tratar crianças e adolescentes com câncer, o GRAACC é uma instituição sem fins lucrativos responsável por trazer alegria e amenizar o sofrimento dos jovens que travam batalha contra a doença. Conta com a ajuda e apoio de voluntários que atuam em diversos setores do hospital. Para se voluntariar é necessário ter no mínimo 21 anos de idade e, pelo menos, 4 horas disponíveis na semana.

Para saber mais informações entre em contato pelo telefone 5080-8415 para agendar uma visita monitorada ou acesse o site http//graac.org.br

 2- CVV

Criado com intuito de ajudar pessoas que precisam desabafar ou até mesmo pensam em suicídio, o CVV tem um importante papel ao prestar apoio emocional de forma respeitosa e anônima a quem deseja conversar. Os plantonistas dispostos a realizar o trabalho voluntário passam por um treinamento e devem ter como requisitos ser maior de idade e disponibilidade de no mínimo 4 horas por semana. A ONG possui sede em diversas cidades do país inteiro e através do trabalho de voluntários é responsável por ajudar a salvar vidas.

Interessados em se voluntariar podem acessar o site http//www.cvv.org.br

 3-  Instituto de Reintegração do Refugiado

Popularmente conhecida como ADUS, a ONG fundada em 2010 faz um trabalho de reintegrar refugiados à sociedade. Pessoas de diferentes nacionalidades – entre elas refugiados da Síria, Palestina e Angola são atendidas pelo projeto. Através da ADUS os imigrantes têm a oportunidade de receber qualificação profissional, apoio psicológico e aulas de português, estimulando sua inserção no mercado de trabalho. Os voluntários podem atuar na área de comunicação, letras e captação de recursos.

Quer ajudar e saber mais sobre a organização? Acesse www.adus.org.br

4- Amigos dos Bichos

Para quem gosta muito de animais e quer fazer trabalho voluntário, a ONG Amigos dos Bichos atua em São Paulo cuidando de gatos e cachorros em situação de rua. A organização oferece também serviços de castração, promove feiras de adoção e presta auxílio à abrigos. Os interessados podem ajudar através de doações de rações, medicamentos e outros produtos de necessidade básica para os bichinhos. Ficou curioso e quer mais informações?

Entre para o time ou veja como pode ajudar através do site www.amigosdosbichos.org

5- Teto Brasil

A ONG Teto Brasil atua em diversos países da América Latina em prol da melhoria na realidade de muitas comunidades, mobilizando anualmente centenas de jovens que se solidarizam com a causa. Entre os trabalhos realizados, um deles consiste em organizar um mutirão para a construção de casas destinadas às famílias carentes. Sua missão é de minimizar a desigualdade e reduzir a situação precária na qual os moradores de bairros periféricos vivem, estendendo a mão às pessoas que são tidas como marginalizadas.

Se você se identificou com a causa e quer conhecer as demais áreas de atuação do projeto, acesse o site www.techo.org/brasil

[1] Aluna do sexto semestre do curso de Rádio e TV e monitora da Agência Integrada de Comunicação (AICom).

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s