“Mulheres nas Artes Visuais” é tema do primeiro evento do NECULT

Tarcisio Alves da Silva [1]

Foto de Capa: Cássia Carolina [2]

Carla Tôzo [3]

Nesta sexta-feira (29/3) ocorreu no auditório do Campus Ana Rosa do Centro Universitário FIAM FAAM, o primeiro evento do NECULT, o Núcleo de Estudos de Cultura, criado e organizado pela professora Fabíola Paes de Almeida Tarapanoff.

Intitulado “Mulheres nas Artes Visuais”, o evento realizado em parceria com a Cinemateca FIAM-FAAM aconteceu em dois horários – de 12h15 às 15h e das 16h30 às 19h – com a exibição do filme “Grandes olhos”, de Tim Burton, que conta a história de Margaret Keane – uma das artistas homenageadas no evento.

Em seguida, a professora Fabíola em companhia dos professores Bobby Molina, Carla Christiani e dos monitores Ana Carolina Martins, Bianca Matz, Ester Ferrari e Yasmin Almeida (do curso de Jornalismo) fizeram uma apresentação sobre diversas artistas renomadas e influentes das artes visuais. Histórias de nomes como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Frida Kahlo, Tomie Ohtake, dentre outras foram abordadas.

55744583_2630574856971881_961816720022962176_n
O Prof. Bobby Molina comenta sobre a importância da artista barroca Artemísia Gentileschi. Foto: Fabíola Tarapanoff

“Acho muito importante discutirem o tema da mulher na arte, pois antigamente elas eram muito esquecidas, deixadas de lado pela sociedade. As mulheres fizeram obras coisas grandiosas, e agora, com todo esse empoderamento, elas precisam ser reconhecidas”, disse Ester Ferrari, estudante de Jornalismo da FIAM, e uma das monitoras do Núcleo.

A estudante do primeiro semestre de jornalismo Safira Silva escreve há um ano para um blog e veio prestigiar o encontro. “Muito importante esse tema, já que a mulher acabou sendo meio que apagada de várias áreas ao longo da história. Gostei bastante das artistas citadas, algumas eu ainda não conhecia e achei fascinante conhecê-las. Outras pude me aprofundar mais no trabalho delas e no quão relevante foram para a Arte”.

A ideia do “Mulheres nas Artes Visuais” acontecer em março, por causa do Dia das Mulheres, no dia 8, teve um propósito. De acordo com a professora Fabíola Tarapanoff o evento foi criado como forma de homenagear essas mulheres, que são renegadas a um segundo plano ou esquecidas. “O tema tem de ser debatido porque algumas das artistas homenageadas, tais como Artemísia Gentileschi, Rosa Paulino e Hilma Af Klint, não são conhecidas pela grande maioria. Então precisamos divulgar mais o trabalho delas. Precisamos dar voz a essas mulheres que não tinham voz, que não tinham espaço na sociedade”, ressaltou.

55604809_2630574843638549_4542086116345380864_n
Tarcísio Alves, Bianca Matz, Ester Ferrari, monitores do NECULT e Prof. Fabíola Tarapanoff.
Foto: Cinemateca FIAM-FAAM-Centro Universitário

Fabíola sempre teve demasiado interesse por cultura. Tanto que ao longo de sua trajetória acadêmica, produziu em abundância para este campo e, por isso, criou o NECULT, para os apaixonados por música, artes visuais, escultura, cinema e dança.

“A arte agrega, une as pessoas, amplia, traz muitas habilidades que vão além da sala de aula. Eu queria muito trazer essa discussão de arte e cultura para a universidade, pois ela traz uma riqueza muito grande e possibilita uma interdisciplinaridade forte”, explicou.

pastedImage (1)
Monitores do NECULT e da Cinemateca e a Prof. Fabíola no evento Mulheres nas Artes Visuais, que teve exibição do filme Grandes olhos, de Tim Burton 
Foto: Ana Carolina Martins

Vem mais por aí…

Para o mês de abril estão previstas a Mostra Internacional de Teatro, em parceria com o NUDA (Núcleo de Criação e Produção em Dramaturgia), a produção e exibição de documentário sobre caixas criativas como ferramenta pedagógica, utilizada em sala de aula pelo Prof. Henrique Barktevicius, além de uma peça com o Grupo Focus de Teatro.

Para maio estão marcadas a apresentação e exibição de videoclipes e reportagens, em memória aos dez anos da morte do ícone pop Michael Jackson; oficinas sobre Antropologia Visual e Fotografia, organizadas pela professora Carla Christiani e também oficinas sobre Cinema Brasileiro e Tim Burton, com a professora Fabíola Tarapanoff.

[1] Aluno do sétimo semestre do curso de Jornalismo e estagiário da Agência Integrada de Comunicação (AICom).

[2] Aluna do quinto semestre e monitora do NECULT (Núcleo de Estudos de Cultura).

[3] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s