Saúde vocal, produção e logística de eventos e apresentações culturais foram os destaques da manhã desta sexta-feira

em

O último dia da 8ª semana de Comunicação trouxe temas diferenciados que atraíram os alunos 

Por Gabriela Marqueti [1]

Carla Tôzo [2]

 

O dia começou com duas oficinas de Fonoaudiologia para tratar de cuidados vocais, um tema muito importante para os profissionais de Comunicação. O conteúdo proposto procurou lançar uma luz sobre hábitos que podem causar lesões à voz, como o tabagismo e o alcoolismo, e trazer dicas importantes, como algumas técnicas de aquecimento e desaquecimento, junto a cuidados a serem tomados referentes à hidratação, alimentação e comportamentos vocais.

A Sala EVENTE-SE encerrou suas palestras da semana tratando de produção e logística de eventos com Tico Marcondes, atuante na área e formado em Relações Públicas. “A gente tem várias áreas de atuação, tem profissionais específicos para cada uma delas, e ao mesmo tempo você pode conhecer um pouco de cada área para poder coordenar ou saber solicitar no futuro de uma maneira mais efetiva”.

eventese
Tico Martins 

Uma novidade trazida na manhã de hoje foram as apresentações culturais realizadas no auditório da unidade Ana Rosa, abertas para serem feitas tanto por alunos quanto por pessoas de fora através de inscrições. A coordenadora adjunta de jornalismo Mayara Lobato foi a responsável pelo projeto. “Eram várias modalidades, como música, teatro, dança, declamação de poesia e nós deixamos uma modalidade geral para o aluno especificar. Podia ser uma apresentação, por exemplo, de drag queen ou um desfile”. Ela diz que o intuito é repetir a ideia durante as próximas Semanas de Comunicação.

Para encerrar, o gerente acadêmico da Escola de Comunicação, Vicente William da Silva Darde, falou um pouco mais sobre a importância dessa Semana, que foi pensada em um modelo diferente da anterior, trazendo mais oficinas e eventos de curta duração. Para ele, é importante que os alunos interajam com outros cursos que não sejam apenas o deles. “Esse intercâmbio entre os alunos é importante. A gente considera que essa troca, esse momento durante o semestre em que os alunos podem conviver com alunos de outros cursos, com profissionais da área de Comunicação, ter esse networking, isso é fundamental para a formação extracurricular do aluno também, visando a empregabilidade deles”, e acrescentou “ela é um momento para que os alunos possam, também, parar um pouco aquele estresse do semestre, das provas, dos estudos, dos trabalhos, e poder conhecer áreas, conteúdos novos, informações novas, que vão ajudar na sua preparação e também na sua escolha de carreira”.

[1] Aluna do sexto semestre do curso de Jornalismo e estagiário da Agência Integrada de Comunicação (AICom)

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s