Obra de Chiquinha Gonzaga está disponível em aplicativo do Google

Plataforma traz conteúdo crossmedia e chama a atenção da nova geração

Por Bianca Matz [1]

Edilaine Felix [2]

 

O aplicativo Google Arts & Culture, anteriormente chamado de Google Art Project, foi lançado em 2011 e, em parceria com vários museus do mundo inteiro, para disponibilizar conteúdo de arte e cultura gratuitamente. Dessa vez, em colaboração com o Instituto Música Brasilis e do Instituto Moreira Salles, a exposição virtual Chiquinha Gonzaga: uma compositora brasileira nasce, estará disponível por tempo indeterminado pelo app ou pelo website.

O app utiliza o mesmo serviço de Street View, popular no Google Maps, que serve para nos guiar dentro das cidades, através de um mapa interativo, com tecnologia em 2D, 3D e por meio de fotografias panorâmicas. Já no Google Arts & Culture, podemos ter a sensação de estarmos pessoalmente, dentro do museu, sem ter que sair de casa.

O programa conta com os principais acervos do mundo como, por exemplo, o Palácio de Versalhes, na França; Museu Kampa, em Praga; Museu Van Gogh e Rijksmuseum, em Amsterdã, Museu Estatal Hermitage, em São Pertersburgo, Uffizi, em Florença, Alte Nationalgalerie e Gemäldegaleria, em Berlim e; MoMa, em Nova Iorque.

Chiquinha Gonzaga no app

Chiquinha Gonzaga, nascida no Rio de Janeiro, foi uma compositora, pianista e maestrina brasileira. Ela transitava por gêneros musicais diversos, como o Choro, típico do Rio de Janeiro no século XIX; a Polka, uma dança popular da Chéquia, na região de Boêmia; o Tango brasileiro, trazido pelos afrodescendentes no fim do século XIX e começo do XX; a Marcha, executada normalmente por uma banda militar; e a Valsa, que surgiu na Áustria e Alemanha, dançada pela elite do século XVIII.

Ela foi a primeira mulher pianista e cantora de choro, primeira a reger uma orquestra no Brasil e autora da primeira marcha de Carnaval, o famoso e clássico Ó Abre Alas, de 1899. Em 2012, no dia do seu aniversário em 17 de outubro, foi promulgada a lei 12.624, em que tornou-se o Dia Nacional da Música Popular Brasileira.

Durante a exposição, a biografia é mostrada em formato de texto e vídeo. A cada página de informação, surge um vídeo, que gravado ao vivo no VIII Circuito Música Brasilis, um evento que ocorre no Brasil inteiro, com espetáculos cênico-musicais. A interpretação de Helena Varvaki como Chiquinha Gonzaga aconteceu no Theatro São Pedro, em Petrópolis, no Rio de Janeiro.

Forrobodó Chiquinha Gonzaga
Opereta Forrobodó, de 1912

Ó Abre Alas, de 1899, hino clássico nas épocas de carnaval no país inteiro, e Forrobodó, uma opereta de 1912, e o tango Gaúcho, de 1914, que Chiquinha Gonzaga produziu no Palácio do Catete, que foi tocado pela primeira-dama Nair de Teffé, esposa do marechal Hermes da Fonseca, são destaques da exposição.

O aplicativo Google Arts & Culture está disponível para sistemas Android e iOS, no Google Play e iTunes, respectivamente. Ambos são gratuitos e ainda há a versão para PC, podendo ter acesso através do site https://artsandculture.google.com/.

 

[1] Aluna do quarto semestre de Jornalismo e estagiária da Agência Integrada de Comunicação (AICom)

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s