Gil Gomes morre aos 78 anos

Jornalista ficou conhecido por seu trabalho como repórter policial

Por Larissa Alves [1]

Edilaine Felix [2]

O jornalista e radialista Gil Gomes, de 78 anos, morreu na madrugada desta terça-feira, dia 16 de outubro, em São Paulo. Na noite de segunda-feira (15), ele passou mal em sua casa e foi encaminhado ao Hospital São Paulo, mas não resistiu. Gil Gomes sofria de Mal de Parkinson desde 2005.

O enterro está previsto para ocorrer na quarta-feira (17), no cemitério Memorial Vertical de Guarulhos, em São Paulo. O horário ainda não foi confirmado

Gil Gomes tornou-se um dos maiores nomes do rádio e da televisão por seu trabalho no jornalismo investigativo. O jornalista iniciou sua carreira aos 18 anos, em uma rádio como locutor esportivo. Depois passou pela extinta Rádio Marconi, onde começou a fazer reportagens policiais.

Mas foi no “Aqui Agora”, programa exibido pelo SBT entre os anos 1991 e 1997, que ele se consagrou como repórter policial. No programa, chamou atenção pela forma como narrava as reportagens sobre crimes.

 

[1] Aluna do quarto semestre de Jornalismo e estagiária da Agência Integrada de Comunicação (AICom)

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s