Operação Valquíria, o complô contra Hitler

Inspirado no filme de Tom Cruise, o objetivo da organização era acabar com o regime de terror

Por Victor Nunes Ferreira [1]

Carla Tôzo [2]

 

O livro Operação Valquíria (Record, 181 páginas, 2009, R$ 19) é narrado em 1° pessoa por Philipp Freiherr von Boeselager, um jovem que acabara de terminar a faculdade e que se vê forçado a servir o exército. Seu irmão, Georg, o ajuda a enfrentar a interminável Segunda Guerra Mundial sob os conselhos do pai, Albert, um patriota arraigado. Essa família Alemã discorda dos rumos tomados pelo país na guerra, principalmente com os genocídios provocados por Hitler. Assim, eles auxiliam a organizar um complô contra o líder nazista.

A obra fornece, de forma simples, uma visão interessante dos bastidores desse evento e o faz a partir da perspectiva de vida dos dois irmãos. Seguindo sua memória, Philipp narra parte da sua infância, da criação que recebeu de seu pai e da educação rígida nos colégios cristãos. Mais tarde, o autor nos conta, em detalhes, o terrível cenário da Segunda Guerra Mundial.

O desenrolar da narrativa nos permite concluir que o exército alemão tinha um conhecimento limitado das barbáries nazistas, já que, histórias sobre os campos de concentração e dizimação de judeus chegavam apenas como boatos. Em contrapartida, descobrimos um lado fiel e leal do exército, preocupados com a família de seus inimigos.

 

foto2
Philipp Freiherr von Boeselager e sua esposa

A Operação Valquíria, propriamente dita, ganha força no final do livro e conta com um capítulo incrível onde o autor explica como foi a retirada de 1200 cavaleiros do front de batalha. Infelizmente, o complô, ainda que bastante planejado, não surtiu efeito e Hitler continuou no poder até o final da guerra.

Capítulos curtos marcam uma narrativa leve, viciante e riquíssima por conta do seu vocabulário. A consternação está na falta de detalhes sobre a execução do plano em si, pois a história é assentada no envolvimento exclusivo de Philipp na operação. Ainda assim, esse é, decerto, um excelente livro.

[1] Aluno do segundo semestre de Jornalismo e estagiário da Agência Integrada de Comunicação (AICom)

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s