Livro ilustra a cena das bicicletas fixas na capital paulista

Livro reportagem fotográfico foi tema de TCC de Ianca Loureiro e lançado oficialmente 3 meses depois 

Por Rachel de Brito [1]

Edilaine Felix [2]

 

Ianca Pereira Loureiro, 21 anos, jornalista recém-formada no FIAM-FAAM, autora do livro reportagem fotográfico “Registro Fixed Gear”, trouxe à academia – em dezembro – uma discussão sociológica sobre mobilidade urbana e as bicicletas fixas. “Durante toda a minha graduação eu fiz a maioria dos trabalhos voltados à mobilidade urbana na cidade de São Paulo e percebi que tudo o que eu fiz foi humanizar os espaços públicos”, afirma. 

 Enquanto desenvolvia o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), a jovem quis realizar um projeto que fosse além da banca de TCC e que pudesse perpetuar um tema pouco explorado na mídia e no meio acadêmico. Ela conseguiu e, meses depois da apresentação, ela lançou o livro. O trabalho estava muito bem feito. Tinha qualidade jornalística e fotográfica”, conta a professora Beatriz Vieira Trezzi, uma das avaliadoras na banca da jovem. 

 Cicloativismo

A história de Ianca no cicloativismo começou muito antes do planejamento de TCC.  “Isso vem desde o meu pai, que usava a bicicleta como meio de transporte no Nordeste”, conta a jornalista, que teve seu primeiro contato com a bike aos cinco anos de idade.  E, nos cinco capítulos do livro reportagem fotográfico, Ianca ilustra a cena das [bicicletas] fixas por meio de perfis que trazem ao leitor histórias de superação.

 

29066459_1771572666232436_1867321670408227918_n
Ianca Loureiro no dia do lançamento do livro “Registro Fixed Gear” no Bar Las Magrelas, em Sâo Paulo (crédito: Reprodução Facebook / Registro Fixed Gear)


Desde 2015, a jornalista é adepta ao estilo de vida “fixeiro” e de luta para que os ciclistas possam dividir os espaços urbanos com outros veículos. “Eu parei e pensei em tornar esse tema muito mais profundo do que reportagens básicas. Eu quis perpetuar o tema”.  

Ianca é o exemplo de que dá sim para unir o “útil ao agradável” e trabalhar com assuntos presentes no dia a dia e que são importantes de serem noticiados. “É [só] você encontrar no tema que você mais gosta uma forma de tornar ele um TCC, pensando que não seja só um projeto acadêmico que vai acabar no dia da sua banca”, orienta a jornalista sobre como pensar um projeto de conclusão de curso. 

 O TCC foi lançado 

Desde o lançamento de “Registro Fixed Gear”, em 09 de março  no bar-bicicletaria Las Magrelas em São Paulo (SP), o livro tem sido bem aceito dentro do cenário das bicicletas fixas não apenas em São Paulo, mas até mesmo pessoas no exterior. “A galera acompanha o movimento nas redes sociais desde muito tempo. Eu recebo um feedback positivo”, afirma Ianca. 


Como dica para um trabalho bem-sucedido e que se perpetue, a jovem jornalista aconselha: “Não faça as coisas no seu mínimo se você pode fazer o máximo. Isso eu levo para a vida”.
 

 

1] Aluna do quinto semestre de Jornalismo e estagiária da Agência Integrada de Comunicação (AICom)

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s