“A publicidade não tem espaço para pessoas que tem preconceito”

O publicitário, empresário e diretor da agência Thinkers Management, bateu um papo descontraído e cheio de dicas com os alunos 

Por Ana Luiza Antunes e Renan Ferreira [1]

Edilaine Felix [2]

Medo e mercado deram o tom motivacional na manhã do último dia da 2ª PP Week do FIAM-FAAM – Centro Universitário. Mediada pela professora Gloria Tenório, a palestra recebeu o publicitário, empresário e diretor da Agência Thinkers Management, Renato Guedes.

Ex-aluno da instituição, Guedes, muito descontraído, puxou a cadeira para a frente da bancada e pediu para que os alunos presentes encarassem aquele momento como um bate papo com dicas de quem encarou os seus medos, saiu da zona de conforto e foi a luta para fazer a diferença na profissão: “Tenham medo, ele é importante para o nosso start. Mas não o vivam em hipótese alguma”, enfatizou.

Responsável por campanhas para a montadora Renault e para marca de lingerie Victoria’s Secret, o publicitário também tem em seu currículo a direção internacional da Agência Mega Models e a colaboração para o nascimento da semana de moda do Chile.

Diferentes categorias e novas plataformas

“O publicitário precisa saber de onde seu público vem e para onde vai. Hoje nós somos divididos em vários tipos de tribos e o gosto popular pode ser trocado por um gosto de categorias. Se determinado grupo consome X, temos que agradar os consumidores, fazer com que a marca se torne interessante e traga a verdade”, diz o empresário.

Guedes acredita que as novas tecnologias e mídias são as responsáveis pelo futuro promissor da publicidade. “O futuro está na tecnologia do mobile. Os números da publicidade tradicional tendem a cair com o tempo. Cada vez menos a televisão terá espaço por conta do advento das novas plataformas digitais e pela força das redes sociais. A nossa geração é do agora! Não temos mais paciência.”

Desconstruindo padrões

Ao falar sobre preconceito e igualdade, o empresário foi bem enfático quanto a esses temas serem abordados nas propagandas. De acordo com ele, é preciso pensar em todos os segmentos no momento de criação. “A criação tem que vir de você, tem que ser natural. Eu sugiro que os futuros publicitários trabalhem a si mesmos e a sua evolução na sociedade para poder criar conteúdos para todos os públicos.”

“O aluno irá encontrar no mercado de trabalho, um mundo de pessoas sérias e dedicadas. A publicidade não tem espaço para pessoas que tem preconceito, estigmas sociais e uma trava para o mundo. Hoje o mercado é muito mais liberto do que era nos anos 1970, 1980, 1990 e até os anos 2000. A publicidade hoje é um canal condutor, ela dá voz para as pessoas. Ela ajuda às minorias a se equalizarem. Na publicidade interessa o que você aprendeu de melhor e o que você consegue empregar em cada peça. Até porque em um tiro certo que você dá, você vira um astro”, afirma.

Questionado sobre a frase dita pelo publicitário Washington Olivetto que “publicitário pode ser considerado um gênio de manhã e uma besta a tarde”, Guedes diz que a analogia com a besta pode ter relação com uma evolução constante do profissional. “Talvez a besta de Washington seja a evolução constante de ser, acontecer e ser criativo. O mercado tem espaço para os que fazem acontecer e não tem espaço para os preguiçosos.”

Segundo ele, o profissional é desafiado o tempo todo e se prova constantemente. “Quando o publicitário salva uma marca nesse abismo que existe hoje no nosso mercado é um prêmio. Ele pode ir do lixo ao luxo com facilidade e rapidez”.

 

[1] Alunos do terceiro e sexto semestre de Jornalismo; estagiária e monitor da Agência Integrada de Comunicação (AICom)

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s