Roteirista debate criação audiovisual no mundo publicitário

“A única forma de atingirmos o público é ter uma boa história. E contá-la da melhor forma possível”, pontuou Alex Moletta, criador de conteúdo para diferentes plataformas durante a 2ª PP Week

Por Bruna Soares e Heloisa Vieira [1]

Edilaine Felix [2]

Na noite de quarta-feira, 18, o ciclo de debates que encerrou o terceiro dia da “2ª PP Week” trouxe como tema a criação audiovisual e seus princípios. O convidado, Alex Moletta, é escritor, roteirista, dramaturgo e formado em Filosofia. O debate, mediado pelas professoras da casa Gloria Tenório e Lívia Souza, trouxe conceitos importantes para o processo de criação e organização de conteúdo.

Moletta apresentou a base da criação trazendo as etapas necessárias para o desenvolvimento de roteiros e reforçou a importância de ter o domínio da história que será contada. O roteiro, uma das primeiras etapas da criação, é essencial, pois ele direciona todo o trabalho que será feito pelo diretor e sua equipe. Além disso, ele ressaltou a especificidade de cada história, que pede linguagem visual e sonora, cenário e contexto singulares.

Os aspectos que tornam uma obra melhor do que a outra foi um dos levantamentos que nortearam o debate. “Se excluirmos a excelência técnica, o que nos sobra?”, provocou o cineasta. Lívia, complementando a discussão, enfatizou que uma produção bem feita não é necessariamente a mais cara, mas sim a cuidadosa, que convence o público ao qual é direcionada.

Pensando na relevância de cada elemento, o dramaturgo exemplificou que a peça-chave do processo é a trilha sonora, que é responsável por trazer emoção e os efeitos sonoros, e que, por sua vez, possuem carga de realidade. “A única forma de atingirmos o público é ter uma boa história. E contá-la da melhor forma possível”, destaca Moletta.

Aos alunos, Lívia orientou: “A publicidade deve passar a mensagem com a menor possibilidade de outras interpretações”. O segredo da criação audiovisual é o conjunto de elementos, pois garante o sucesso final do trabalho, que se dá na união entre informação e experiência.

Mercado

Na opinião do escritor, o mercado de trabalho na área de audiovisual é um dos melhores, pois há muitas áreas para atuação. A vinda da internet e do streaming acentuam essa demanda e tornam ferramentas facilitadoras para os produtores de conteúdo, até mesmo na questão financeira. Uma das vertentes do ramo é o trabalho colaborativo, no qual os criadores abrem mão do prestígio de uma autoria exclusiva para incorporar ideias do grupo.

Fabio Pelicer, professor do curso de Publicidade e Propaganda do FIAMFAAM – Centro Universitário, comentou que é importante o estudante saber os princípios do audiovisual, muitos deles abordados na palestra para inserir um produto em um vídeo com sentido, conteúdo e contexto, independente do tempo e da plataforma que será reproduzido.

 

[1] Alunas do quinta semestre de Jornalismo e estagiárias da Agência Integrada de Comunicação (AICom)

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação (AICom).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s