Simpósio no FIAM-FAAM discute as multiplataformas no jornalismo

 III Simpósio Internacional de Jornalismo em Ambientes de Multiplataforma ocorre nos dia 23 e 24 de novembro com palestras e apresentação de trabalhos 

Por Eder Cesaretti  e Gabriel Dias[1]

 Edilaine Felix [2]

O FIAAM-FAAM – Centro Universitário sediou o III Simpósio Internacional de Jornalismo em Ambientes de Multiplataforma, evento debate as novas formas de se fazer jornalismo. O evento, em parceria com o Mestrado Profissional em Jornalismo  da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e o Mestrado Profissional em Produção Jornalística e Mercado da ESPM, ocorrerá nos dia 23 e 24 de novembro, no campus Ana Rosa da instituição.

 

A abertura do III Simpósio foi realizada pelo Prof. Dr. Denis Ruellan, da Escola de Estudos Superiores em Ciências da Informação e Comunicação (CELSA) da Universidade de Paris-Sorbonne e presidente da rede de laboratórios GIS Journalisme , que falou sobre Contratos e relações de trabalho no jornalismo em tempos de convergência”, com mediação da Profa. Dra. Zélia Leal Adghirni, da Universidade de Brasília (UnB).
O Dr. Denis Ruellan, provocou os participantes com um dos seus artigos que mostra o trabalho das mulheres nas coberturas de guerras  e usou como plano de fundo a guerra do Vietnã. Ruellan diz que as multiplataformas surgiram nesse período, pois, por serem proibidas de participar de tais coberturas as mulheres tiveram que criar estratégias para obter informações e imagens dos fatos que ocorriam naquele momento. No entanto, ela destaca que, felizmente, hoje esse panorama mudou, e as mulheres tem mais facilidade para conseguir cobrir uma guerra do que os homens.
Segundo a Prof. Dra. Zélia, as empresas estão passando por uma grande crise de adaptação aos novos modelos, e não estão encontrando seu caminho. “O problema que está acontecendo com a perspectiva de trabalho tem a ver com esses novos modelos de negócio”, destaca.
Convergência
Unindo os mestrados profissionais em jornalismo de todo o Brasil, o III Simpósio firma a credibilidade do FIAM-FAAM no meio acadêmico e profissional e pode proporcionar novas parcerias, afirma o professor Dr. Rafael Grohmann, coordenador adjunto do Mestrado Profissional em Jornalismo.
frances auditorio
Professores e pesquisadores durante o III Simpósio
“O Professor Denis Ruellan que é da Universidade de Paris-Sorbonne, vem também para o nosso mestrado para começar o início de um diálogo que pode resultar em uma parceria de pesquisa ou possível intercâmbio”.
Trabalhos
Durante o evento serão apresentados 84 trabalhos de mestrado, doutorado e pós-doutorado de alunos de diversas universidades participantes. Os resumos expandidos – que são textos de 5 mil a 8 mil caracteres – tratam da relação entre jornalismo e ambientes multiplataforma.
IMG_2659
Tarde de apresentação de trabalhos

“Esse Simpósio significa pensar o jornalismo tanto na sua produção quanto na sua teoria de uma maneira transmidiática como se propõe a plataforma convergente, pensando tanto narrativas quanto as práticas de atuação do jornalismo que se transformaram, tanto no encolhimento das redações quanto com os novos postos de trabalho, com o jornalismo alternativo” conclui o Grohmann.

[1] Alunos do sexto semestre de Jornalismo e monitora da Agência Integrada de Comunicação de Comunicação (AICom).

[2] Professora do curso de Jornalismo. Atua na Agência Integrada de Comunicação de Comunicação (AICom).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s