Palestra sobre meio ambiente abre o segundo dia da Semana de Comunicação

Campus Ana Rosa recebe Vereador Gilberto Natalini 

Por Leticia Fernandes Menezes [1] e Samara Menezes [2]

Edição Nadini Lopes [3]

O segundo dia da sétima edição da semana de comunicação no campus Ana Rosa trouxe o Médico e Vereador Gilberto Natalini para falar sobre a preservação do meio ambiente e sustentabilidade, que – de acordo com ele – “é o assunto do momento”. O campus ofereceu, também 14 oficinas sobre os mais diversos temas.

Entre as pautas levantadas foi abordado o desenvolvimento tecnológico que – para o palestrante – é algo que precisa ser trabalhado em função da busca pela sustentabilidade.

Quando questionado sobre a quantidade de água desperdiçada pela indústria da carne, Gilberto afirma que a agricultura também gasta muita água e que é preciso buscar equilíbrio. “Não precisamos desmatar uma floresta para plantar capim e criar boi, no entanto o Brasil é um país atrasado em cerca de 30 anos em tecnologia sustentável. Enquanto isso o meio ambiente é o primeiro que apanha”, comenta.

Para o vereador existe uma luta entre os que querem preservar o meio ambiente e os que querem destruí-lo e cabe à nova geração lutar pela valorização da sustentabilidade. Por isso ele considera importante falar sobre esse assunto para os jovens, principalmente estudantes, “A comunicação vale mais do que a bomba de hidrogênio de Kim Jong-Un”, afirma.

Oficinas trabalham com música, teatro, crítica de cinema e jogos teatrais

Além da palestra ministrada no Auditório do Campus Ana Rosa, as salas de aula estavam repletas de alunos interessados nas mais diversas oficinas oferecidas na segunda manhã da sétima edição da Semana de Comunicação do FIAMFAAM Centro Universitário.

Entre as oficinas ministradas a intitulada “Música e Psicologia na Comunicação”, apresentada pelo professor Marcelo Monteiro Gabbay, trabalhou análises em cima de diversas músicas com significados profundos. Foram dissecadas as motivações e significados de acordo com o contexto em que a música foi lançada bem como quem a compôs e seu estado de espírito, englobando espaçamento de tempo, inconsciente coletivo e arquétipos.

Outra oficina que obteve um grande número de alunos interessados foi a Crítica de Cinema apresentada pelo professor Efrem Pedrosa. Oferecendo conhecimento de técnicas e critérios para a avaliação de produções cinematográficas, como por exemplo, a diferença entre crítica (juízo de valor + informação) e análise (interpretação + esclarecer funcionamento). E assim, essas e muitas outras atividades cumpriram suas missões de oferecerem mais conhecimento aos alunos e abrir suas mentes para outros temas.

Confira também a reportagem em vídeo produzida por Andresa Domingues, aluna do sexto semestre de Jornalismo e monitora da Agência Integrada de Comunicação (AICom):

 

[1] Aluna do segundo semestre do curso de Jornalismo e monitora da Agência Integrada de Comunicação (AICom).

 

[2] Aluna do quarto semestre do curso de Jornalismo e monitora da Agência Integrada de Comunicação (AICom).

[3] Professora do curso de Jornalismo do FIAMFAAM Centro Universitário. Atua na Agência Integrada de Comunicação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s