Inovação e oportunidades no mercado são destaques da Semana de Relações Públicas

Por Giovana Xavier

As diferentes possibilidades de atuação do profissional de relações públicas no mercado de trabalho serão debatidas de 8 a 10 de maio, no campus Liberdade, durante a Semana de Relações Públicas do FIAM FAAM – Centro Universitário.

Vicente Darde, coordenador dos cursos de Relações Públicas e Jornalismo, destaca a importância do evento para o curso que recentemente foi reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) com nota 4, comprovando a qualidade do ensino que é oferecido pela instituição. “Com a nota 4 que recebemos do MEC, o curso ficará mais conhecido. E ter o curso reconhecido é ótimo para o currículo do aluno”, ressalta.

A mesa de abertura da Semana teve como tema design thinking. Com mediação da coordenadora adjunta Nicole Morihama, as convidadas Leila Gasparindo e Helen Garcia, sócia-fundadora e sócia e diretora da Trama Comunicação e Letícia Setembro, consultora de inovação estratégica da MJV Consult, esclareceram dúvidas dos alunos sobre o tema tão atual.

Permitir novas formas de pesquisas, manter a empatia e projetar soluções inovadoras faz parte do dia a dia da consultora da MJV. Para Letícia, o design thinking foi ganhando força ao longo da última década. “O Brasil já sabe o que é design thinking, as grandes empresas já estão bem antenadas, acreditam na metodologia e a aplicam.”

Letícia, que tem formação em design e marketing conta que com design thinking já realizou um trabalho para o governo da Colômbia que serviu para explicar o panorama social de protesto e quais eram as tendências sociais do país.

Inovação

A sócia-fundadora da Trama Comunicação, empresa de relações públicas e comunicação corporativa, Leila Gasparindo, proprietária da Trama Comunicações diz que a empresa pode inovar também pela comunicação e não apenas pelos seus produtos.

“A comunicação corporativa é fundamental para a empresa. A empresa deve ter produção de conteúdo, inclusive nas redes sociais, para ter domínio sobre o é que falado a seu respeito”, diz Leila.

Por sua vez, a sócia e diretora da Trama, Helen Garcia, destaca o papel questionador da sociedade. “Com a internet as pessoas têm a possibilidade de produzir conteúdo, emitir opinião e isso inclui todos os públicos de uma empresa, clientes, funcionários. E por conta disso a gente tem uma sociedade que questiona mais o papel da empresa, vigia mais, então a empresa precisa estar atenta a esse cenário e conseguir se comunicar com todos os públicos de uma maneira adequada”, diz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s