Semana de Rádio, Televisão e Vídeo pretende aproximar alunos do mercado de trabalho

Por Giovana Xavier

Com o tema central “Gravando sua história”, a Semana de Rádio, Televisão e Vídeo do FIAM FAAM – Centro Universitário trará, entre os dias 24 e 28 de abril, debates sobre áudio, vídeo, som, imagens, oralidade, programação, internet, rádio e tv. O evento é organizado pelos cursos de Rádio, TV e Vídeo, Produção Audiovisual, Produção Multimídia e Produção Publicitária.

De acordo com o coordenador do curso, Fernando Leme, o evento tem o objetivo de aproximar aprendizado e prática. “Buscamos uma interação dos alunos com profissionais que estão no mercado de trabalho para que eles tenham contato com as diferentes oportunidades”, diz.

Produção de conteúdo

Para a primeira mesa, na manhã de segunda-feira, dia 24, que teve como tema “Produção de Conteúdo”, o professor mediador Rogério Silva recebeu os convidados Elmo Francfort, gestor de conteúdo da Pró TV, que também participou da pesquisa de arte para a série “Nada Será Como Antes” (TV Globo), e Marcelo Favotto, instrutor, vídeo grafista, consultor da TV Globo e coordenador de treinamento na empresa DRC.
Francfort destaca que uma tendência para o mercado de Rádio e TV (RTV) é o meio digital. “Todos devem pensar mais a partir deste meio, as novas tendências estão voltadas para que o profissional se aperfeiçoe cada vez mais nessa área. Tudo que está ligado a tecnologia vai ajudar.”

 

O gestor de conteúdo também falou para os alunos sobre o seu projeto de preservação da memória e sobre o seu novo livro “Almanaque do SBT”, que deve ser lançado até o final deste ano, e vai contar sobre a história da TVS do Rio de Janeiro, antes de nascer o SBT, até a atualidade.

Oportunidades de trabalho

Por sua vez, o convidado Marcelo Favotto contou sobre o seu trabalho como videografista, que tem como função desenvolver e animar as características que compõem as infografias que aparecem nos vídeos dos telejornais. Na palestra ele mostrou alguns softwares para edição de fotos e vídeos, como o programa gratuito de edição Da Vinci.

Ao final da palestra, Favotto deu dicas e conselhos para os alunos de Rádio e TV sobre o mercado de trabalho. “É necessário uma noção geral de ferramentas de produção e animação audiovisual, porém também é preciso focar naquilo que você mais gosta, se especializar. ” O consultor também relata que os profissionais de rádio e tv  podem ter salários médios de R$ 4 mil a R$ 6 mil, dependendo da função e da emissora de televisão, “quanto mais qualificado, maior o salário”, enfatiza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s